Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Futilidades

Depois da lamechice a que votei este blog ontem, venho redimir-me com uma futilidade. Comprei no Ebay e custou €2.11. Demorou 1 mês a chegar, mas chegou.

 

É bastante mini - o tamanho dos cupões do cartão Continente - e tem 30 bolsas (inclui frente e verso, entenda-se).

 

 

 

Vou usá-lo para os cupões da minha mãe - do cartão e da revista - para que não se misturem com os meus, quando tenho de fazer compras por ela (já me aconteceu usar um cupão da revista e depois não me lembrar se tinha comprado com o cartão dela ou do meu). 

 

Assim, quando precisar de lhe fazer compras, basta levar a bolsinha onde cabe respectivo cartão.

 

Um envelope teria o mesmo efeito prático, mas se bem se lembram, o título do post é "futilidades"

Ontem deu-me um piripaco

 

Querem saber porquê?

Por razão nenhuma, além da frustração de, mais próximo dos 40 que dos 30, me ver a contar tostões e as análises das promoções e dos talões e porque não me saiu o euromilhões.

E pronto. Piripaco e rasgo todos os talões... porque já não me apetece fazer esta m*****

Crise de choro (ranho incluído) e caminha.

 

Manhã seguinte.

 

Actualizar os ficheiros de comparar carnes, legumes e fruta (grande p****a, esqueci-me do peixe).

 

Uma leitora pede-me o comprovativo de que tinha comprado colas com 100% de desconto. Porreiro... pescar papelinhos do caixote... talvez se tenha salvo alguma coisa.

 

O mural do Facebook manchado de rosas pretas, em solidariedade para com uma mãe que perdeu a sua menina.

 

A E.S. a queixar-se que está novamente com dores, as mesmas que sentiu antes da quimioterapia. Volta a tomar morfina porque não aguenta as dores e não consegue contactar com a sua médica no IPO de Lisboa. está por aí alguém que possa ajudar?

 

E agora, se me dão licença, vou fazer qualquer coisa de útil porque, nem a mim me resta paciência para crises de autocomiseração. (ainda por cima com ranho... mais um lenço para passar a ferro)

 

Onde vai o dinheiro - registo de despesas

Fim do mês e muitas/os se perguntarão: para onde foi o dinheiro?

 

Confesso que é um dos exercícios mais assustadores para quem vive com poucos rendimentos: contabilizar as despesas e ver onde vai/foi o dinheiro. Pelo menos, para mim, é bastante assustador.

 

Quando me perguntam onde começar, eu sempre sugiro que façam um apanhar das despesas fixas ou mais ou menos fixas: a renda, a TV paga, a média mensal de luz, o condomínio, a média mensal do seguro do carro e da gasolina... 

 

Sim, é assustador ver os valores amontoarem-se. Mas eles não irão desaparecer porque não foram contabilizados. Coloca-los numa folha ou ficheiro também é passível de vos dar uma visão imediata de onde poderiam cortar: TV paga? internet no telemóvel? 

 

 

Eu havia criado um registo para inserir as minhas despesas pessoais de forma a calcular valores como vales de desconto e descontos em cartão. Mas quando desejava calcular todas as despesas, tinha tudo misturado e por isso passei a utilizar a Calculadora de despesas pessoais.

 

 

 

 

Um outro formato de registo, menos exaustivo, poderá ser o Orçamento familiar:

 

  

 

Finalmente, tentem resistir a pagar por programas ou aplicações de finanças pessoais. As ofertas gratuitas são inúmeras e em constante melhoria e no final do mês, será mais um valor que pouparam.

Pág. 1/7