Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Sobre a consolidação de créditos

Ouvi há bastante tempo uma expressão que explicava perfeitamente a consolidação de créditos: para sair de um buraco, não se cava um buraco maior.

 

Sabem o que recebo, com frequência? Emails a propor-me parcerias ou pagamentos em troco da publicação de textos com links para empresas ou sites que divulgam ou oferecem esse tipo de serviços. 

 

E se eu recebo, outros blogs/sites receberão também. O facto de eu recusar, não significa que outros recusem. Por favor sejam críticos, quando lêem informação na internet. 

 

Não há soluções milagrosas para pagar dívidas, apenas trabalho árduo e perseverança. E o euromilhões claro... Alguém tem por aí a antevisão dos números de próximo sorteio?

 

 

Granola caseira

Os meus cereais são corn flakes sem açúcar, aveia e granola.

IMG_20150329_123543.jpg 

A granola é, no fundo, uma mistura de cereais e sementes que é levada ao forno para tostar com um pouco de gordura e um elemento adoçante. Há tantas receitas quantos os gostos pessoais de quem come.

 

Eu gosto da receita do blog Pecado da Gula porque foi a primeira em que vi os elementos desmontados: X de aveia, Y de sementes, Z de frutas secas. Essa explicação permitiu-me adaptar a receita ao que gosto e ao que tenho em casa. 

 

Por vezes tenho ingredientes comprados a granel - ao meu gosto, noutras basta adicionar um saco com mistura de frutos secos que comprei em promoção. Na verdade, ficaria bastante bom só com a aveia tostada. Para variar e para adoçar um pouco o dente. 

 

Importam-se que eu me esqueça que Março existiu?

Março é o mês terribilis.

Aniversários para organizar, cozinhar e presentes para tratar. Ainda por cima tentei transitar para um porta-moedas mais pequeno e acabei por misturar "envelopes".

Em suma, estas e outras desculpas.

Ultrapassei o orçamento nas rubricas: restauração, maluquices, presentes e até electricidade.  

Com a brincadeira do porta-moedas até fui às compras sem o cartão Continente e acabei por pagar compras quando tinha dinheiro em cartão.

 

Não posso deixar de constatar que continuo a não encontrar a motivação e disciplina para cumprir objectivos. Isso angustia-me porque se reflecte em vários aspectos da minha vida. 

 

Tento manter-me positiva: 

- tenho consciência do que gastei e ainda assim gastei menos do que no passado

- tenho cerca de 20 euros de dinheiro em cartão cliente

- tenho cerca de 150 euros em cartões e cheques presentes de natal e aniversário

- consegui um lote de roupa usada para as miúdas

- tive boas notícias no que respeita a saúde

- fiz boas trocas e consegui bons livros

Pág. 1/3