Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Livros infanto-juvenis

As notas só sairam ontem, mas eu já estou a pensar no próximo ano lectivo da pequenada. Uma das minhas preocupações, todos os anos, é incentivar a leitura. É por isso que troco livros, procuro informar-me sobre o que é importante, sobre promoções, sobre livros usados...

 

A qualidade de tia não me permite responsabilizar-me por recolhas e entregas de livros de bibliotecas pelo que fiz uma biblioteca caseira.

 

Mas o que escolher? O que é indicado para a idade X ou Y? O que será necessário/útil para a escola?

 

Os livros

Eu faço as minhas escolhas utilizando como indicadores duas fontes: Plano Nacional de Leitura e as listas que aparecem nas "METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS" (em fase de actualização). 

 

As "METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS" podem ser consultadas aqui (listas de livros nas páginas 70 e seguintes). Houve uma pequena alteração que poderão consultar aqui. Tenham em atenção que a lista pode sofrer alterações, mas isso não faz com que a obra deixe de ser relevante. Ler é bom!

 

Geralmente, para as férias tento ter sempre dois livros, um do ano que terminou e outro do ano lectivo seguinte. Procuro sempre escolher um livro interessante, de acordo com os gostos pessoais da miudagem.

 

Os poemas e os contos

Eu também aproveito para imprimir alguns textos que já possam estar no domínio público, com ou mais embelezamentos. Por exemplo, é bastante fácil fazer uma compilação dos poemas indicados. 

 

É muito fácil encontrar poemas e contos online. Mais, como são curtos, geralmente é o que aparece publicado nos manuais escolares, por isso, são os últimos na minha prioridade.

 

Outros formatos

Não se esqueçam que há muitos contos e poemas que estão em formato audio ou vídeo. É tudo uma questão de procurar. 

 

A título meramente exemplificativo:

1º Ano

Dez dedos, dez segredos

2º Ano

Fala bicho

Uma flor chamada Maria

3º Ano

(ainda não encontrei)

4º Ano

A maior flor do mundo

 

Mas por favor, nada de fichas de interpretação! FÉRIAS!

Diário das minhas finanças pessoais - em tempo lento e com cabelos à mistura

O mês de Junho tem sido estranho. Ainda não consegui retomar o meu ritmo "normal", embora não esteja tão mau como Maio. As coisas começam a entrar nos eixos, lentamente, mas em boa direcção. 

 

Continuo a gastar mais do que desejaria na restauração. Mas, são exames em jejum que têm de ser seguidos por pequenos-almoços, são impossibilidades de utilizar a marmita, etc. Tudo dentro do razoável. Se estivesse sozinha, algumas despesas seriam evitadas. Era fácil. Mas com outras pessoas, não posso levar marmita. 

 

Fui cortar o cabelo, pela primeira vez, em mais de dois anos. Estava a ficar "com  as pontas espigadas" e eu ainda não consigo cortar o meu cabelo direito. Um dia aprendo. Gastei €13.00 que retirei da verba "vestuário" e o envelope (€5/mês) ficou vazio. Na verdade, eu nunca pensei em cortes de cabelo para este envelope ou qualquer outro. 

 

Para já, vou continuar apenas com o corte "tratamento", ou seja, corte apenas para evitar o cabelo estragado. Mas e quando o cortar curto? Cabelo curto carece de mais cortes de manutenção.  

(O meu apenas era assim nos dias em que saía da cabeleireira, nos restantes é penteado "ursa".)

1.JPG

Decididamente tenho de repensar esta questão dos cabelos. Hoje em dia, gastar €13.00 num corte de cabelo parece-me um imenso desperdício (prefiro gastar em livros usados).

 

Ou seja, o tipo de penteado que escolher, de ora em diante, vai ter consequências no meu orçamento. Confesso que nunca tinha pensado nisso, embora tenha consciência que o cabelo curto gasta MUITO menos champô.

 

E o preço para um corte de cabelo? É razoável? Nunca vi o corte muito mais barato que isto, mais ou menos €1.00.

 

Senhores, não se acanhem porque estou muito interessada em saber se os homens pagam mais ou menos por um corte.