Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

As minhas férias - 2

Uma das vantagens das férias a não fazer nada é poder poupar muito dinheiro: em alojamento, em viagens, em refeições.

 

Ora, isso não significa que não faça nada e não gaste nada. É que as férias a não fazer nada têm de ser interrompidas por dias a passear a família, com despesas em viagens e refeições. 

 

Outra coisa é o MEU entretenimento que, este ano passará por:

- compras que fiz em livros (já gastei o que tinha a gastar, agora estou proibida de comprar mais)

- compra que fiz em saldo MEO VideoClube Card (aproveitei as promoções de €10.00 por saldo de €20.00)

- uma ou mais idas ao cinema (tenho pontos no FastGalp para pelo menos 1 bilhete)

Na verdade, não conto gastar muito.

 

Para passear a família não fiz um orçamento. Aliás, nunca tive este valor em envelope porque varia muito e acaba por ser um reflexo de não gastar noutro sítios:

- não gasto gasolina para ir trabalhar - gasto para viajar

- não gasto dinheiro em restauração no trabalho - gasto para as saídas

 

Mais, como estou a poupar entre €100/€250 euros por mês, acho que esse valor é mais que suficiente para umas saídas. Ou seja, nunca ultrapasso o valor do salário mensal.

 

E porque não dar férias ao orçamento? Felizmente tenho um salário que mo permite e alguns anos de esforços de poupança, que me dão a paz de espírito para os extras.