Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Nojice = andar com sebo e pó por cima do nariz

O título é um bocadinho dramático, mas quando começo a limpeza dos meus óculos, "que nojice" é uma expressão que frequentemente utilizo. 

 

Eu não mudo de armações de óculos com frequência, na verdade, só quando se partem ou estão estragados. Mesmo assim, mesmo que compre uns novos, tento reparar os anteriores para ficar com uma armação suplente.

 

Uma armação de óculos nova é coisa para custar €100-€150 por isso sou cuidadosa. Limpá-los faz parte da manutenção. 

 

Tenho uma caixa com mini-chaves de fendas para o efeito e muitooooooo cuidado a utilizá-las, nomeadamente colocando um pano grosso entre a chave e a lente. É que basta um segundo, para a chave escorregar do parafuso e ir riscar a lente.

DSCF1009

Já agora, aproveito para informar (caso não saibam) que é fácil substituir a borrachinha de apoio no nariz. Aliás, como sou cliente do mesmo oculista há quase 30 anos, essa substituição é sempre gratuita. 

Recomendo que peçam a substituição sempre que mudarem as lentes, mesmo que mantenham a armação. Nesse momento, é muito mais provável que vos ofereçam o serviço, como cortesia.

DSCF1010

A diferença entre limpo e não limpo é óbvia. Aqui, utilizo álcool, mas já não o faço quando limpo a armação junto às lentes, com receio de as danificar.

DSCF1012

Outro cuidado que tenho, é pousar as lentes não na mesa, mas no pano de limpeza destas. E novamente, ao recolocar a peça, coloco uma barreira entre a zona do parafuso e a lente. Assim, que a chave escorregar do parafuso, não risca a lente.