Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Comprar bem e dinheiro mal gasto

Quando comprei o meu actual telemóvel fi-lo porque "precisava" de um telemóvel com sincronização com o Outlook para melhor gerir a transição entre duas actividades profissionais. Era suposto manter todos os contactos e a agenda, xpto, o mono nunca funcionou em condições e por muito que configurasse aquilo duplicava sempre os contacto num sítio ou outro e basicamente nunca me serviu de nada. 

 

Há 4 anos custos €80.00, foi o mais económico para as definições que estabeleci para ele. O meu primeiro telemóvel com câmara, se a memória não me falha.

 

Se tivesse de comprar hoje um - o que não planeio fazer - haveriam muitas ofertas por onde escolher. Ofertas sensatas e realistas para quem aufere o meu salário e para quem lhe dá o uso que dou.

 

Dois exemplos apenas para situar. Já vi diversas promoções em que contra um carregamento elevado o telemóvel fica grátis ou perto disso.

 

Ex1 no site da Phone House (terminou em 30/01): 

 

 

Ou seja, preço inicial €39.99 - 50% de desconto imediato = 20.00 = 19.99

 

Com jeitinho ainda aproveitavam os €2.50 de carregamento.

 

 

Mais, sabiam que a Phone House tem uma política de "preço mínimo garantido"? Se encontrarem mais barato (há algumas condições) dão 110% da diferença (cfr. rodapé da pg. 44 do catálogo de Fevereiro).

 

 

Em suma, há diversas formas de gastar o dinheiro. Se querem comprar um telemóvel XPTO ou outra coisa qualquer, façam-no. Mas façam-no de forma consciente, com uma boa promoção, para maximizar os vossos rendimentos.

 

4 comentários

Comentar post