Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Orçamento Participativo de Portugal

Um orçamento participativo é um mecanismo de democracia participativa, que dá aos cidadãos o poder de decidirem como devem ser investidas verbas dos orçamentos públicos.

Até recentemente, só tem sido utilizado em poucos municípios, freguesias e ambientes escolares. 

 

Este OPP, de âmbito nacional e regional, permite que possamos escolher onde irão ser investidos 3 mil milhões de euros em diversas áreas (cultura, ciência, educação, formação de adultos, agricultura...).

 

O processo já passou pelas fases de apresentação das  propostas e apresentação das mesmas em encontros participativos e análises técnicas. Só precisamos de votar (data limite: 10 Setembro). 

 

Os cidadãos podem votar através do portal do OPP ou através de SMS. Cada cidadão terá direito a dois votos, um para projetos de âmbito territorial e um para projetos de âmbito nacional.

Cada pessoa tem direito a dois votos, um para projetos nacionais e outro para projetos regionais.

O voto em projetos regionais pode ser atribuído a um qualquer projeto independentemente da região onde se localize. 

 

A lista de projectos é enorme, mas tem um bom filtro, em que podem procurar um projecto por área geográfica ou até por palavras-chave como "idosos", "escola", "abuso", ... 

 

1

Já comecei a ver algumas páginas de FB a incentivar ao voto em determinados projectos. Há algum que destaquem?

 

Dia Mundial do/a Doador/a de Sangue

As boas notícias são que as nossas reservas de sangue estão estáveis. As más notícias é que as dádivas estão a diminuir e há menos novos dadores.

1

Demorei muito tempo a arranjar coragem - sou uma medricas com agulhas - mas é daquelas coisas que uma pessoa se habitua e depois custa não poder continuar.

 

Ainda por cima, as equipas de recolha nos autocarros (a minha experiência) tornam a coisa muito agradável: ar condicionado, simpatia, um Compalzinho, qualquer coisita para comer...

No meu caso, ainda com elogios acrescidos ás minhas veias. Para onde quer que vá, todas as técnicas e enfermeiras adoram as minhas veias... eu nem queria tanto, confesso. 

 

E, digo-vos já, que as minhas finanças pessoais também têm sentido falta da isenção total de taxas moderadoras. ;)

O carro está a gastar mais gasolina?

Recordam-se de eu dizer que estava a gastar o dobro da gasolina, nos últimos meses, sem corresponder ao dobro das viagens?

 

A primeira pergunta do mecânico foi: onde está a meter gasolina?

 

A reação dele depois de eu identificar um posto low-cost:

1