Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais - Julho

As contas de Julho estão feitas. Claramente, continuo a não me regrar nos gastos com a restauração pelo que nada de serviços de limpeza para mim.

 

O supermercado foi uma despesa extraordinária, já que voltei a cozinhar em casa e tive de comprar muitas coisas que estavam em falta. Também aproveitei uma promoção em leite (tenho para o próximo mês). 

 

restauração extra € 3,90
restauração € 65,10
carro € 50,07
supermercado € 147,51
maluquices € 12,90

 

Depois há as despesas que não se sentem, como as que saem dos envelopes:

miúdas € 14,95
casa € 20,52
vestuário € 4.00
quotas € 4.00

 

No final do mês, havia poupado €121.30. Não poupei mais que nos meses passados, mas parece. Isto porque, se bem se recordam, estou a tratar os envelopes como uma dívida e a utilizar o sistema de bola de neve

Naturalmente que, se tenho menos envelopes para encher, vai sobrando mais dinheiro no final do mês.

Com os €121.30 completei os envelopes de:

  • vestuário: €20.00
  • quotas: €40.00
  • prendas: €45.41 + 15.89 (reforço para perfazer os €121.30)

 

Assim, no final de Agosto, dos envelopes físicos, restarão apenas os da luz (55€), saúde (12€) e miúdas (10€).

Este último, como se trata de um envelope para controlar compras impulsivas, não será completado com os meses remanescentes de 2016.

 

Objectivo para Agosto:

Poupar para o próximo envelope: saúde - €60.