Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

4 grupos de presentes - uma boa ideia para todo o ano

 

Ainda a propósito de presentes, estive a pensar noutra ideia que ouvi e li em vários podcasts e blogs americanos, que eles utilizam para limitar o número de presentes que dão aos filhos. 

 

Poderá ser, por exemplo, uma boa solução para a constante pergunta dos parentes, sobre ideias para os presentes das crianças (acabei de fazer essa pergunta a uma mãe).

 

A regra dos 4 presentes é: 

1) Algo que ele/a deseje;

2) Algo que ele/a necessite;

3) Algo para vestir;

4) Algo para ler.

 

Parece-me uma excelente ideia, não só para diversificar os presentes, mas até para conseguir imprimir a alguma sensatez ao avolumar de brinquedos descartáveis, que uma boa parte da criançada agora tem. 

 

P.S. - Eu sou a tia dos livros.

Presentes de Natal: um balanço

O que recebi

 

Depois de pedir à minha mãe, como presente, uma tarde de serviços da senhora que passa a ferro em casa dela - um luxo a que não me permito - ela ofereceu-me uma panela de pressão

 

Depois de muita hesitação, ela resolveu a questão por mim. Espero não explodir a casa.

 

E depois de negociar com o meu irmão, a minha sobrinha ofereceu-me dois livros usados. Um deles escolhido por mim (o meu livro preferido dos últimos anos) e outro para "ajudar a moça" que os vendeu. Perfeito: zero pegada ambiental, ajudei alguém a destralhar e a melhorar as suas finanças pessoais.

 

Recebi ainda um jogo de lençóis de malha polar.

 

O que fiz/dei

 

 

Para as crianças, apenas livros. Zero brinquedos. 

Para a adolescente, os chocolates preferidos, dinheiro e uns brincos (comprados com um cartão presente que tinha de gastar). 

Para a mamã, exactamente e apenas o que ela me pediu: uma planta e chocolates sem açúcar (Arcádia).

Ainda 3 presentes caseiros e 1 de comer.

 

Este ano, a minha decisão de simplificar e realmente colheu frutos. E se tivesse sido mais organizada e antecipado algumas coisas, teria sido perfeito. 

 

Estou muito motivada para subir o nível, no que respeita a presentes caseiros.

Boas festas!

Cristina