Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Poupar e gastar é uma escolha pessoal

Descontos, 07.03.13

Hoje deparei-me com essa afirmação num blog que acompanho, o simpleorganizedliving. Com efeito, as escolhas que fazemos sobre como/onde gastamos ou poupamos são opções iminentemente pessoais e como tal, o que escolhi para mim poderá não se aplicar a outra pessoa.

 

Ainda assim, acredito que a partilha dessa opção pessoal, mesmo que não se aplique, abre a discussão (ainda que apenas interior).

 

Faltam 4 meses para ficar totalmente livre de dívida. Tenho um fundo de emergência que é superior a esse valor e isso é algo que nunca tive, mesmo quando o meu salário era 2 a 3 vezes o que aufiro hoje. Na verdade, eu nunca tive pensei em fazer um fundo de emergência.

 

Não prosseguir com uma carreira mais "rentável" foi uma opção pessoal com a qual me sinto totalmente conciliada. Hoje estou mais feliz. Com efeito, se não fossem as eminentes obras da casa (obras urgentes no soalho e telhado), julgo que me sentiria ainda mais livre para outras escolhas ou para as escolhas que a vida faz por nós. 

 

Por isso, viver com menos é uma escolha pessoal. Mas é uma escolha que não deve ser confundida com viver menos. E transmitir isso, é algo que espero estar também a fazer.