Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais - Junho

Descontos, 03.07.15

Poupança do mês: €85.00 

Aspecto negativo: o valor mais baixo desde que deixei de ter dívida

Aspecto positivo: é um valor de poupança

 

Este mês foi, como já havia referido, cheio de disparates.

 

Estranhamente gastei uma verba que não costumo ultrapassar: vestuário. E bastaram 2 peças de roupa interior (muito urgentes), um par de calçado (uma compra impulsiva) e uma ida ao cabeleireiro. Na verdade, o saldo faz com que tenha gasto toda a verba disponível até Dezembro. Gostava (comecei por escrever "preciso") de comprar um casaco de malha fino (só tenho um preto) para não ter de levar um blazer para o trabalho, mas ainda tenho um cartões presentes do Natal por estrear.

 

Tive uma consulta no dentista, mas o meu envelope de saúde tinha os €40.00 necessários. Depois de fazer o reforço de Julho, ainda tenho €93.00, o que deverá ser suficiente para uma consulta que tenho de fazer e que ando a adiar há quase de 1 ano e a taxa moderadora de outra. É nestas alturas que poupar nos dá a paz de espírito para nos concentrar-mos somente na saúde e não nos seus custos financeiros. 

Ainda assim, decidi tentar o serviço nacional de saúde para retirar um sinal que me começou a fazer comichão. Um sinal com pruido não deve ser muito bom sinal (não resisti ao trocadilho). Depois conto-vos como foi. 

Pág. 2/2