Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Não trocar presentes de Natal

Descontos, 11.12.15

Por falar em podcasts, já começou a 2ª série do Serial, um fantástico podcast semanal que, depois de ter investigado um homicídio na 1ª série, vai "explicar" os contornos do desaparecimento e recuperação do soldado americano que esteve 5 anos detido pelos taliban.

 

(Pronto, só queria uma desculpa para dizer isto.) 

 

Capturar.JPG

 

Por falar em podcasts... foi num que ouvi uma ideia fantástica para não trocar presentes. Estranho?

E se, com uma pessoa mais próxima, combinassem gastar X num presente, mas em vez de escolherem para a outra pessoa, cada uma escolhia para si? Depois só têm de partilhar o que compraram.

Assim, tinham o presente que queriam e evitavam o stress e confusões ao comprar para outra pessoa. 

Achei a ideia genial! 

 

Já agora, sempre que compro algo com um cartão presente, mostro o que comprei à pessoa que me ofereceu e vou agradecendo presentes o ano todo. Nem que seja uma foto por email.

Por falar nisso, ainda tenho €20.00 em cartões presentes que expiram no final do mês...

Presentes fora da caixa

Descontos, 09.12.15

Presentes úteis para aquela pessoa especial:

 

... que faz postcrossing

Não há melhor presente para uma postcrosser que selos para a Europa e o Mundo. Mostra que a conhecem e é um presente extremamente útil. Não são selos, são experiências. Sabiam que a escritora Alice Vieira é uma postcrosser?

 

... que gosta de pastelaria

Não pensem em formas, pensem em ingredientes. Um belo saco de pastilhas de chocolate pode ser o melhor presente. Mas também um frasco com todos os ingredientes para um bolo.

 

... gosta de costurar

Um tecido giro, nas mãos certas, são o melhor que podem comprar para quem gosta de linhas e botões. Até podem fazer um kit de costura reutilizando um frasco.

... que gosta de ler

Se não fazem ideia que livro oferecer à ávida leitora que conhecem, que tal oferecer um diário de leituras? Só conheço dois no mercado (BertrandMoleskine). O meu é caseiro (diariodeleituras.pub) e com jeitinho também poderão fazer um presente especial e personalizado.

 

... que gostaria de iniciar um passatempo

Se há alguém que mencionou que gostaria de iniciar a aprendizagem em algo, o melhor que têm a fazer é ajudar com o início, dando-lhe um kit de iniciação.

Diário das minhas finanças pessoais - Novembro

Descontos, 01.12.15

Eu Novembro as minhas finanças pessoais tiveram a pior fase em dois anos, se a memória não me falha. 

 

Além de gastar os rendimentos mensais e ainda esgotar o envelope dos presentes (quando ainda não comprei todos os presentes), gastei ainda cerca de 90 euros (trabalho extra que tinha a receber) e mais €25.00 do fundo de emergência.

 

Isto é o resultado de alguns gastos extra: duas viagens longas em que gastei cerca de €200 (gasolina e portagens comeram mais de metade deste valor).

Uma das viagens foi em lazer e por isso há um misto de sentimentos: gastei quando não deveria ou gastei porque podia? Porque, entre cumprir o orçamento e não cumprir, continuo a optar por ignora-lo? 

Tenho-me debatido com isso. 

O que não me arrependo é dos gastos que fiz com solidariedade, os últimos em cerca de €75 com prendas para o Pai Natal solidário.

 

Cheguei à conclusão que funciono melhor poupando a todos os níveis, vivendo abaixo dos meus rendimentos, do que realmente a cumprir orçamentos que me estabeleça. Ainda estou a tentar perceber se isso é uma conclusão realista ou simplesmente uma desculpa para a falta de vontade em respeitar o orçamento.

 

Já repus o valor respeitante ao fundo de emergência e continuo a trabalhar nos presentes caseiros (uma grande fonte de poupança).

 

Um dia de cada vez, aqui vamos nós por Dezembro a dentro.

Pág. 2/2