Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

30
Jun16

Os custos de deixar andar... vamos falar de tarifários?

Descontos

Apercebi-me, há uns meses, que o tarifário da minha mãe lhe estava a retirar dinheiro mensal ou trimestralmente. Fiquei com aquilo na cabeça: tenho de tratar disso (até porque o telemóvel e cartão estão no meu nome). 

 

E o tempo foi passando...

 

E hoje decidi tratar disso. Não só estavam a cobrar €1.50 trimestralmente (porque não fazia carregamentos de €10/mês e ela não gasta tanto) como as chamadas ficavam a €0.50/rede e €0.80/outras redes. Quê?!

A última alteração de tarifário pela minha mãe havia sido em 2011. Naturalmente, pelo meio foram as alterações de tarifários da própria operadora (não interessa qual).

 

Em suma, por não seguir o meu próprio conselho sobre rever tarifários de serviços que contratamos, eu custei à minha mãe algum dinheiro.

 

Então faço um lembrete a mim própria: salvo em situações de fidelização (em que eles raramente mudam o que for), rever anualmente as tarifas dos serviços que contratamos, procurando uma alternativa ou confrontando o prestador com essa alternativa, na esperança que ele ajuste o preço.  

 

Eu já sabia disto, até já escrevi sobre isto em 2013, mas aparentemente preciso de ser lembrada. 

 

Já agora, recomendo este artigo do Observador. É de Agosto de 2015, mas poderá ser um bom ponto de partida.

30
Jun16

2 anos sem televisão paga

Descontos

Hoje vi um post cujo título dizia que não tinha TV paga há 10 meses e ainda assim tinha sobrevivido. 

Fui espreitar os meus posts e já conto com 2 anos. Sem arrependimentos.

No mínimo dos mínimos, se tivesse pago €25/mês, teria gasto €600, que é um excelente valor para um fundo de emergência.

 

night-television-tv-theme-machines.jpg 

Não me falta entretenimento na televisão. Posso gravar séries e documentários no aparelho TDT, durante a semana, para ver no fim-de-semana por atacado. O mesmo com filmes. 

 

Na verdade, existe programação para agradar a todos os gostos. Podem é não a ter disponível no momento em que querem ver. Porém, com um aparelho com gravação, esse problema fica eliminado - é um bom investimento.

 

E não esquecer que o entretenimento não se resume (ou não se deveria resumir) à televisão.

29
Jun16

Diário da minhas finanças pessoais - 20-26/06/2016

Descontos

Semana curtinha (nas minhas contas) mas com impacto.

Gastei :

€28.31 - supermercado

€3.10 - restauração (YUPI!!!!)

€2.70 - restauração extra (pequeno-almoço após análises)

€180 - pagamentos ao Estado

€6.64  - maluquices

 

Vamos falar das maluquices.

Estou numa nova fase de destralhar, decidi enviar um livro para um projecto americano de literacia e o envio - mesmo em correio editorial - custou €5.24. Confesso que não imaginei que ficasse tão caro, também não fui ver o preço antes de enviar. Aprendi a lição. 

Já agora, o outro livro (troca Portugal) ficou por €1.36, o que significa que por esse valor vou receber um outro livro novo para mim.

 

Tenho 6 trocas em curso.

Gastei €3.16 + um envio ainda por fazer (cerca de 1 euro) + 2 envelopes correio azul que me deram. Vou receber:

1 calças de criança

1 calças de ganga para mim

2 livros

2 meadas de lã

2 borrifadores (para os meus produtos de limpeza e higiene DIY)

29
Jun16

A minha relação com as coisas em época de saldos

Descontos

Desde que comecei o meu percurso de eliminação de dívidas e, necessariamente de poupança, apercebi-me (de forma progressiva) do quanto o meu consumo era desperdício. 

 

As minhas tralhas eram duplicados, itens desnecessários, coisas que comprava e nunca chegava a usar, roupa a mais, comida a mais, gadgets a mais, livros a mais, DVD a mais. Todos os excessos consumiam dinheiro, espaço e energia para os manter (limpar, encontrar quando precisava deles, arrumar para encontrar aquilo que efectivamente necessitava).

 

Tem sido um processo lento, mas a minha relação com as coisas é cada vez mais consciente e desprendida. Ao destralhar passei a ponderar, cada vez mais, o que iria comprar. 

 

Mudança de paradigma. No dia que eliminei o último cêntimo da minha dívida, ofereci-me um presente: um conjunto de carimbos. Uma coisa tola, menos de €5.00 mas totalmente desejada e totalmente inútil. Passados uns dois anos, devem ter saído da caixa umas 10 vezes. Esta semana foram destralhados.

 

A roupa que estava anos no armário ainda com a etiqueta - aquela coisa baratinha dos saldos - foi progressivamente eliminada. Há três anos que estou a eliminar peça a peça, trocando-as pelos básicos em que me sinto mais confortável, mesmo que isso se traduza em parecer que estou a vestir sempre a mesma roupa.

 

Há seis meses que não compro roupa ou calçado. As poucas peças que comprei antes disso, foram aquelas que forçosamente tive de comprar para gastar cartões presente. Até aí fui frugal: cuecas porque vou sempre usar, um novo guarda chuva para substituir o que tenho, quando chegar a altura. O resto usei em presentes para outras pessoas.

 

Tenho um stock de 7 calças de ganga que vou conseguindo aos poucos. Nenhuma custou mais que €1.00, se comprada. Algumas troquei por coisas que não necessitava; custaram o que gastei em correios para enviar a troca, se esta não foi em mãos.

stock calças ganga.JPG 

Faço stock porque é difícil encontrar calças de ganga escuras e sem decorações. Faço-o porque tenho um plano de nunca mais comprar umas calças de ganga novas na minha vida.

 

Começo a acreditar que é possível traduzir isso noutras peças de vestuário. 

 

Eu não vou aos saldos.

22
Jun16

Semana 13-19/Junho

Descontos

A atrasadinha do costume. 

 

Que semana calminha...

Poupei €2.65 dos meus €10 para restauração... yupiii. E hoje, ainda tenho €6.90 e trouxe marmita.

 

 

Gastei :

€4.85 em estacionamento (apenas de consultas com a minha mãe);

€4.25 em restauração extra (pequeno-almoço após análises com a minha mãe);

€0.99 num item para a casa:

ikeahack_vfinal.jpg 

€27.86 em supermercado (cerca de €8 foi para um protector solar)

€20.00 em maluquices

 

Eu sei que ultrapassei (em dobro) o orçamento das maluquices, mas tratou-se de um investimento. Fiz um workshop que acredito que irá melhorar alguns aspectos da minha vida, inclusive no que respeita a poupança. 

Prometo que, assim que me organizar um pouco, partilho tudo convosco. 

 

Este mês está a parecer-me muito curtinho e, porque voltei a entrar nos eixos no que respeita a marmitas, a poupança está a reflectir-se no extracto bancário. Ainda tenho quase €260 do salário deste mês, mais €100 de trabalho extra que recebi.

 

Considerando ainda, que adiantei €44 para o envelope da electricidade, estou muito satisfeita com a minha pessoa. Sei que o mês ainda não acabou mas... palmadinha nas costas. ;) * 

 

O que não merece uma palmadinha nas costas é ter deixado o ferro de engomar ligado mais de 10 horas. Ups... 

 

Entretanto, percebi que ainda não tinha feito o meu pagamentozinho mensal para o Estado. Buaaaahhh!!! Que desconsolo.

Pág. 1/3

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Maria

    Obrigada pelo link, por acaso o meu local de voto ...

  • Descontos

    Pois, aí é uma opção, mas aqui não. Ofereceram-se ...

  • Ariana

    bem, eu comentei t3ndo por base as definições do ...

  • Descontos

    Não encontro essa opção.

  • Ariana

    Claro que dá para mudar! Acho que é nas definições...

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D