Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Melhores finanças pessoais em 2019: Sentimento de privação

Nos últimos anos, tenho associado o sentimento de privação à menor frequência com que passei a ir ao cinema, uma despesa que cortei de forma intencional. 

Mas a realidade diz-me que é um falso sentimento de privação:

- tenho gravado inúmeros filmes e séries para ver em momentos de lazer, mas ficam por ver porque tenho sempre outra coisa que quero fazer;

- sempre que tenho ido ao cinema, tenho saído irritada com a falta de civismo de terceiros;

- uma ou duas vezes por ano tenho 1 bilhete de oferta do banco; este ano até acabei por oferecer um voucher porque não me apeteceu ir ao cinema;

- quase todos os anos tenho tido ofertas de serviços de cinema, se não são convites da Netflix para voltar, são novos serviços que aparecem (no final de ano foi um mês grátis no filmin.pt, que estou a adorar). 

 

Há sentimentos de privação que, na realidade não são realistas e preciso de lembrar-me que não ir (seja porque motivo for) é uma opção minha e não uma privação. Eu escolhi gastar esse dinheiro noutras coisas.