Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Pagar ao meu futuro eu (I)

Descontos, 20.09.13
Parecendo que a substituição do meu telhado está novamente adiada, repenso a forma como tenho organizado o dinheiro. 

Eu possuo duas contas bancárias, embora uma delas seja meramente virtual (associada à outra) e serve para retirar dinheiro da conta à ordem, como se tratasse de um envelope para as despesas fixas. 

Como já havia referido, no início de cada mês, mantenho apenas o salário mensal na conta corrente e retiro de imediato x para despesas mensais mais ou menos fixas - luz, telefone... (se vão para a 2ª conta). 

No final do mês, o que consigo poupar é colocado nessa 2ª conta até atingir um montante suficiente para enviar para uma aplicação financeira (quem nem 1% de juros rende). 

Assim, de forma muito intuitiva vejo o que gasto e o que poupo. 

Até à data, o fundo de emergência estava misturado com a poupança para a reparação do telhado. Isto porque antecipei que fosse "comido" pela despesa.
Hoje, finalmente decidi que é tempo de libertar amarras do agora e começar seriamente a planear o futuro. Decidi começar a poupar para o meu futuro eu.

(Continua)

14 comentários

Comentar post