Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Ainda o jarro eléctrico

Descontos, 23.01.14

Eu já havia referido o jarro eléctrico como uma ferramenta de poupança, mas nunca o consegui evidenciar com números concretos.

 

A Catarina (Tralhas Grátis) encontrou o que eu procurava: "A DECO fez um estudo em que comparou cinco formas de ferver água: fogão (gás), microondas, jarro eléctrico, placa de vitrocerâmica e de indução. Gasto anual do jarro elétrico segundo o estudo: 4,21€; indução: 5,43€; fogão (gás): 7,80€; vitrocerâmica: 7,14€; micro-ondas: 10,85€". 

 

Eu teria uma sugestão, a acrescentar às recomendações da Catarina. Se vão investir na compra de um jarro eléctrico, prefiram versões em inox. Há várias indicações que os plásticos aquecidos libertam toxinas. Se há coisas em que devemos investir é na nossa saúde.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.