Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Como reutilizar lã

Descontos, 06.04.14

 

 

Por vezes, entrar na minha cozinha poderá ser uma experiência muito estranha. 

 

Depois de experimentar a técnica do ferro a vapor (que vi aqui) e a técnica que vêm na foto (depois de concluir que a primeira não funcionava que o meu ferro), optei por lavar a lã (como sugerido aqui). 

 

Erros de principiante e como os corrigir:

 

Quando desmanchei, fui deixando a lã cair no chão.

 

Achei que depois, com cuidado seria fácil de enrolar. Errado. Depois foi um pesadelo porque basta um bocado enlear-se e têm um verdadeiro nó. Arrependi-me de não desmanchar criando em simultâneo um novelo ou meada.

 

Criatividade

 

Depois de experimentar a técnica do ferro a vapor (que vi aqui) e a técnica que vêm na foto (depois de concluir que a primeira não funcionava que o meu ferro), optei por lavar a lã (como sugerido aqui). 

 

Como é o ditado? Depressa e bem não há quem. Pois bem, tentei ir por atalhos e acabei por ter o dobro do trabalho e ter de recorrer à técnica tradicional. Talvez o facto de ser a "tradicional" seja a dica - foi testada e aprovada e mantém-se verdadeira ao longo dos tempos como a mais eficaz. 

 

Material

 

Eu não possui nenhum dos aparelhómetros que tornam a tarefa mais fácil. E como também não tenho cadeiras que permitam fazer uma meada, recorri aos bancos da cozinha - coloquei um banco, de pernas para o ar, em cima de outro e isso deu-me uma base onde criar uma meada de lã bastante larga. Mais, ficou a uma altura perfeita para trabalhar.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.