Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Contas-poupança e outras poupanças

Descontos, 16.01.16

O programa Contas Poupança da SIC é um que nunca perco. Esta semana, abordou-se o investimento em depósitos a prazo e os seus actuais e ridículos juros.

 pf1.JPG 

A frase é de um especialista financeiro que considerava a hipótese de um montante de €5.000 numa conta a prazo durante 1 ano, à taxa de juros de 1%.

 

Realmente, se ainda estão a pagar despesas bancárias, é tempo de considerarem as alternativas:

- procurar no próprio banco um diferente tipo de conta, sem custos de manutenção ou com baixos custos de manutenção;

- procurar um outro banco, que não cobre despesas bancárias (eu só conheço o ActivoBank, do grupo BCP);

- considerarem uma conta de serviços mínimos bancários.

 

pf2.JPG

 

Concordo e discordo. As pequenas despesas diárias, no final do mês não são tão pequenas assim. E para baixos rendimentos, uma poupança pequenina é o possível e esse possível é muito melhor que zero de poupança.

Mais, para muitas pessoas, essas pequenas poupanças é o que permitirá ter acesso a algumas experiências ou bens de maior valor. 

Eu acredito no valor de cada cêntimo. No grão a grão da poupança.

Por outro, lado, é importante pensar naquilo em que poupamos, em detrimento daquilo que gastamos. Faz sentido poupar cêntimos nos alimentos e depois gastar um salário mínimo nacional num telemóvel?

 pf3.JPG 

As contas são fáceis de fazer: se colocarem o vosso dinheiro numa conta-poupança, dificilmente conseguem 1% de juros. Se comprarem um produto com crédito pessoal, os juros podem ir de cerca de 10% a 20% (em cartões de crédito).

 

Imaginem que conseguem poupar €100/mês. Vão ter de poupar durante cerca de 4 anos para atingir o valor de €5.000. Porém, se pedirem um crédito pessoal para esse valor com uma taxa de juro de 12%, então precisarão de poupar os €100/mês durante 73 meses. Ou seja, os vossos €5.000 vão custar mais €2300 euros (mais dois anos). 

 

Não inventei, retirei a informação de um simulador online de crédito pessoal. 

credito.JPG

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.