Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Curtas

21.01.21

Good things come to those who go out and fucking earn it!

Autor/a desconhecido

 

 

Como estão?

Espero que as notícias de hoje, da suspensão das aulas, tenham sido um alívio, não mais uma provação.

 

Inscrevi-me em dois cursos de formação, mas não arrancaram na data prevista por falta de formandos.

Em confinamento, pode ser uma forma adicional de rendimentos: para desempregados pode dar direito a bolsa de formação e os empregados podem receber subsídio de refeição.

 

Com o evoluir da situação, nem consegui ir aos CTT para fazer os certificados de aforro e não me parece que vá num futuro próximo.

 

O meu segundo objectivo para Janeiro, era fotografar a minha colecção de selos, para tentar vender.

Ainda não comecei, mas não vou deixar de cumprir o objectivo.

 

Domingo é dia de votar.

Planeio estar lá 10 minutos antes da abertura das urnas, para evitar filas.

Se há uma coisa que os últimos 4 anos nos demonstraram, é o que acontece quando chegam os monstros ao poder. Não posso ficar em casa e ver a extrema direita e o fascismo a ganhar votos, mesmo que só nas presidenciais.

 

Entre romances, contos e novelas, já somo 10 leituras em Janeiro. Escolhi ler mais e não renovar a mensalidade grátis que recebi do Netflix, apesar de muito tentada.

 

É surreal pensar que estou (novamente) em teletrabalho há 3 meses. Sinto o tempo a passar sem marcas.

 

Coloquei-me a seguinte questão: o que vai marcar o teu mês de Janeiro?

Estou determinada a criar essa marca até ao final deste mês.

 

No choice is a choice. If you're not doing something about it, you're doing something about it.

Autor/a desconhecido

7 comentários

Comentar post