Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Um diário sobre finanças pessoais, produtividade e a busca pela positividade

Diário das minhas finanças pessoais

Um diário sobre finanças pessoais, produtividade e a busca pela positividade

Dar e receber

08.05.14

 

 

Certamente já terão visto o anúncio na TV: um senhor tem uma mesa a mais, outro uma mesa a menos.

 

A página Dar e Receber (promovida pela Cáritas, a quem ainda não perdoei a história dos bombeiros) permite localizar as ofertas e procuras de bens e de tempo que existem. 

 

O projecto resulta de uma parceria da ENTRAJUDA e da Cáritas Portuguesa e tem como objectivo de permitir encaminhar quem tem necessidades para respostas sociais e facilitar a partilha de bens e de tempo voluntário para os mais carenciados. Tendo por base uma plataforma online, o site Dar e Receber.pt tira partido de todas as potencialidades da internet, aproximando quem tem para dar de quem precisa de receber.

 

 

Mas vamos concretizar com aquela que me pareceu ser a maior vantagem da ferramenta: a pesquisa. A primeira coisa que fiz foi procurar as instituições sociais da minha área de residência porque defendo que devemos apoiar a nossa comunidade. 

 

O registo é necessário, mas bastante simples.

 

 

 

Procurei quem pudesse precisar de um equipamento que possuo. Mas gostaria de o doar localmente. Infelizmente não localizei quem necessitasse do meu item na minha área de residência, mas estou a entreter a ideia de fazer um passeio para o transportar.

 

 

 

Depois, procurei saber o que era necessário para apoiar as instituições de apoio social locais. Encontrei apenas 14 pedidos de 3 instituições, sendo que 13 dos pedidos são equipamento informático. 

 

Não surpreende se olharmos para os números: das 3740 instituições inscritas existem apenas 567 pedidos. Parece-me que este será o maior desafio do portal: conseguir que as IPSS utilizem a ferramenta. E considerando que as mais locais, são frequentemente geridas por pessoas com um coração de ouro mas poucas competências de gestão, será um desafio. 

 

 

 

Ainda assim, alargando a pesquisa, encontrei instituições que precisam de detergentes, produtos de higiene, brinquedos, material de actividades para crianças... em suma, coisas que podem caber no orçamento de particulares.