Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

És a Bimby que tens...

17.10.20
Estranhamente hoje fui acusada de não ser solidária porque comprava em lojas solidárias.
 
A pessoa em questão via essas lojas como destinadas a pessoas sem posses.
Eu discordo e as instituições também. Aliás, à entrada de uma onde vou, há um enorme cartaz a dizer "a sua comprar apoia os nossos projectos...".
 
 
Interpretações à parte, porque sinceramente acho que o tópico é outro:
 
 
Há ANOS que publico sobre o que compro, quanto custou, o que visto, seja de uma loja solidária ou de roupa que recolho junto a contentores de lixo.
 
NUNCA ninguém questionou essas aquisições como falta de solidariedade. E nunca me acusaram de, ao fazê-lo, estar a gabar-me.
 
 
Eu compreendo porquê. E para mim, esse é o assunto mais importante.
 
 
A razão pela qual ninguém viu esses post como gabarolice é porque o comportamento ou o item não era valorizado.
 
Ainda há muito estigma à volta de comprar coisas usadas, porque é associado a falta de dinheiro e falta de higiene.
 
 
Mas, um item de alto valor já é tido como desejável e valorizado.
 
Uma Bimby, pelo seu preço, é quase um símbolo de status social: se tens Bimby, tens dinheiro e isso (infelizmente) é valorizado socialmente.
 
És a Bimby que tens...
 
 
 
Eu continuo a ser a mesma.
 
Mas depois deste triste episódio, sinto-me a pregar aos peixes. Há anos que digo: comprem nas lojas solidárias, vistam-se das lojas solidárias, doem a lojas solidárias.
 
 
Antes,  era "coisa de pobre" porque isso é "o que não presta", mas agora também querem "o melhor".
 
IMG_20201007_134327_938.jpg
 
Comprei este caderno há dias, tem algumas páginas escritas e rasgadas, mas ainda está bastante funcional. Até já o encadernei com uma capa de uma revista. É tamanho A5.
 
Tem umas páginas escritas em latim, que não compreendo, mas acho curioso e até decorativo. Bónus de curiosidade: é do Carrefour.
 
 
Alguém quer comprar? Vendo ao mesmo preço a que comprei na loja: 0.50€. 
Longe de mim estar a tirar a vez a "alguma criança".
 

 

 

A minha primeira opção é comprar usado, de modo a diminuir o meu impacto ambiental. De preferência, faço-o em lojas solidárias, almejando ajudar as instutuições de solidariedade social.

 

Faço-o há anos, divulgo-o há anos, encorajo há anos. Se não ouviram e só arrebitaram as orelhas quando leram Bimby, então é melhor começar a prestar mais atenção porque não perceberam, de todo, de que tratam os meus blogs.

 

1.JPG

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Descontos 19.10.2020

    Obrigada.
    Um dos itens que estou mortinha por fazer é o caldo de legumes caseiro. :)
    Agradeço a oferta, mas a Diana encaminhou-me para um grupo de FB e estou em overload de receitas... quero experimentar tudo!

    Mas ajude-me com uma coisa. Ontem tentei fazer sopa, fiz com menos de 1 litro, como indicava a receita, mas assim que comecei a triturar, começou a sair pelas bordas da tampa. Suspeito que precisará de uma borracha de vedação nova. Que quantidade de sopa costuma fazer? Cerca de 1l? Ou é muito para a panela?
  • Sem imagem de perfil

    Beh 20.10.2020

    De forma a rentabilizar, eu costumo fazer panela cheia, mas depois ao triturar, verto metade para uma taça e trituro a outra metade.

    Pode fazer a sopa junto com a Varoma. Coloca água com a base da sopa em baixo, e em cima, na varoma, pode colocar legumes variados, assim fica com várias sopas diferentes de uma vez só.

  • Imagem de perfil

    Descontos 20.10.2020

    Eu fiz o mesmo: dividir para poder triturar.

    Não tenho uma varoma, mas planeio comprar uma no OLX. Cozinhar a vapor e em pirâmide, parece-me o mais útil para mim.
  • Sem imagem de perfil

    Beh 20.10.2020

    Cozinhar em pirâmide é fantástico! Enquanto faz um sopinha no copo, pode também fazer uma omoleta e cozer arroz ou massa na varoma...
    Depois de entender a máquina é que vai usufruir bastante.
    Vou ver se tenho o livro base em formato digital para lhe enviar, pois tem muitas dicas do que se pode fazer.
  • Imagem de perfil

    Descontos 20.10.2020

    Obrigada mas não é necessário.
    Já o tenho.

    Quando a cozinhar... quando conseguir escalafar ovos, até vou dar pulinhos de alegria. Já tentei tantas vezes e nunca me saiu em condições.
  • Sem imagem de perfil

    Beh 20.10.2020

    Ovos escalfados, para uma refeição rápida para mim, faço no microondas.
    Um ovo partido numa tigela, colocar água apenas até cobrir, temperar a gosto, colocar no microondas 1 minutinho, e pronto. (ás vezes mais 15 ou 30 segundos)
    Obviamente que varia de microondas para microondas. Nos primeiros que fiz ia avaliando.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.