Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Investimento para pobres, segundo Bill Gates

22.07.16

Bill Gates não é só o homem mais rico do mundo (ou era), é também um filantropo que acaba de anunciar um investimento de 5 mil milhões (5.000.000.000) de dólares em projectos de desenvolvimento em África. 

 

Recentemente, escreveu no seu blog que, se vivesse com 2 dólares por dia (cerca de 1 bilião de pessoas vive com esse orçamento), investiria em galinhas.

 

Os seus argumentos são:

  • são fáceis e económicas de manter;
  • são um bom investimento (em carne, ovos e com bom potencial de multiplicação);
  • são uma fonte de saúde (porque os ovos são ricos em proteína e nutrientes, podendo ser uma forma de combater a má nutrição que é uma realidade para muitos);
  • são uma forma de empoderar mulheres (porque são uma animal pequeno, de fácil manutenção e que geralmente é criado junto à habitação).

Por falar em investimentos, é precisamente um dos projectos da sua fundação: conseguir aumentar o mercado/sistema de galinhas vacinadas e adequadas ao local onde estão instaladas, ao mesmo tempo que cria condições para que agricultores tenham um mercado para a sua produção de ração de galinhas. 

 

As galinhas como ferramenta de combate à pobreza não é uma ideia nova, mas é boa.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Descontos 23.07.2016

    Esse é o meu problema e o outro é as doenças. Duvido que, vivendo em ambiente urbano, teria acesso a veterinários que percebessem alguma coisa de galinhas.
  • Sem imagem de perfil

    mara 26.07.2016

    Tive durante largos anos, galinhas no quintal e em ambiente urbano. Requerem alguns conhecimentos de como as acomodar de dia e de noite, água e comida. Quando chocam mas não temos ovos para elas os transformarem em pintos, temos que lhes arrefecer a temperatura corporal para que não adoeçam e não fiquem "tontas". Fácil , sem que à priori o pareça. E sim, dão-se bem em ambiente urbano desde que tenha um quintal.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.