Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Ricardo_A 09.01.2017

    Receber dividendos é pouco eficiente em termos fiscais, pior ainda se forem de empresas/ETFs americanos (paga-se 15% lá e 28% cá).
    Os ETFs de acumulação que temos na Europa são mais eficientes nesse aspecto.
    (eu não sou a favor nem contra, estou apenas a alertar para o aspecto concreto da fiscalidade).
    Já agora, em relação aos americanos convém ter em linha de conta que existe a exposição à valorização do EURUSD (que tem sido favorável nos últimos tempos pelo que os 17% da Cristina são ainda superiores).
  • Imagem de perfil

    O Mundo da Marta 09.01.2017

    Eu sei tudo o que mencionou... Mas desde quando receber remuneração é mau? Eu não me importo de pagar impostos é sinal que recebi :)
    Além de que protecção cambial existe e pode ser feita para prevenir flutuações da moeda...
  • Sem imagem de perfil

    Ricardo_A 10.01.2017

    Receber remuneração não é mau. Perder 43% (15%+28%) dessa remuneração para impostos é que não é muito eficiente.
    Protecção cambial pode ser feita mas tem, obviamente, custos. Para pequenas poupanças é mais eficiente se se optar por um ETF EUR Hedged, por exemplo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.