Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Não confiem o vosso dinheiro a estranhos/as

19.02.21

Recentemente descobri a página Comer Poupar Amar e entre o post que fizeram recentemente sobre rendimentos extra e este texto (em inglês), consolidei (novamente) a minha opinião de que há sérios riscos, nesta multiplicação de cursos de "finanças pessoais", "investimento" e afins, por pessoas mais ou menos anónimas e mais ou menos qualificadas, nas redes sociais.

Capturar (32).JPG

 

Antes de mais, o post do Comer Poupar Amar destaca-se por ser realista.

Demasiadas vezes, vejo páginas a recomendar formas de rendimento extra, de forma irresponsável. Raramente mencionam as obrigações legais e os custos, como pagamentos especiais por conta ou segurança social).

Isso é muito grave, especialmente agora que há pessoas desesperadas e que pode levar a consequências sérias.

 

Ainda há dias tropecei num artigo que era um passo-a-passo sobre como abrir actividade nas finanças, mas nada dizia sobre os pagamentos ao Estado, que têm de ser feitos independentemente de haver rendimentos.

 

Outro problema são informações falsas sobre os reais ganhos. Isso leva a que, quem não consiga depois os mesmos lucros, acabe por se sentir culpado pelo fracasso.

Aliás, esse é o tom geral de uma grande parte das/os influencers do desenvolvimento pessoal: faz isto e se isso não se traduz em sucesso, é porque não te esforçaste o suficiente.

 

POR ISSO, não entreguem o vosso dinheiro e a vossa auto-estima a desconhecidos.

 

Procurem ideias, experiências e até motivação, mas façam o vosso trabalho de casa: investiguem, estudem e façam escolhas próprias.

10 comentários

Comentar post