Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

O consumo como forma de entretenimento

06.04.21

Como certamente terão assistido, os noticiários de ontem passaram o dia a reportar a retoma de actividades e os seus clientes.

Não se preocupem, não vou repetir-me quanto ao que penso da irresponsabilidade que lavra por este país à beira mar plantado, que foi evidente nas imagens que passaram.

 

Do que vi, não posso deixar de destacar os sinais de um péssimo relacionamento com o consumo.

 

Dou como exemplo, uma fila de espera para uma loja de bairro de bijuteria.

Como é altamente improvável que se tratassem de necessidades que confluíram naquela loja antes das 10h00 da manhã (horas a que vi a reportagem, se a memória não me falha), estamos a falar de desejos.

 

Torna-se óbvio que, mal as lojas abriram, houve quem utilizasse o consumo como forma de entretenimento ou conforto ou consolo (como preferirem). Fosse qual fosse o motivo emocional, é um sinal de uma relação pouco saudável com o dinheiro.

 

Esse tipo de mentalidade é o oposto àquela que deveremos ter para poupar e acumular riqueza.

Sair de casa para ir ver o que pode ir comprar, é o comportamento que leva a que tantas pessoas vivam o seu salário de mês a mês, desejando que todos fossem Fevereiro.

 

Se saírem de casa para consumir como forma de entretenimento, pelo menos que seja para poupar, aproveitando rebaixas de preços para adiantar a compra de presentes de aniversário ou de natal, por exemplo.

 

Mas se sentirem uma tendência para comprar o que não necessitam, associada a sentimentos de culpa pela despesa depois de feita, então é o momento para fazerem um pausa e reavaliarem a vossa relação com o dinheiro.

14 comentários

Comentar post