Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Obras em casa, dinheiro na rua

15.05.14

Hoje recebi a notícia do quanto me custará a primeira grande obra de recuperação (urgente) na minha casa.

 

Juro que o número me causou um mini pânico. Felizmente, a minha poupança - e sim, não foi feita sem sacrifícios - permite-me pagar a obra em dinheiro, sem pedir emprestado a ninguém.

 

O que mais me custou:

- deixar de comprar algumas coisas que sempre adorei comprar: livros, audio-livros e filmes;

- deixar de comer fora (mas apenas inicialmente porque a marmita revelou-se uma aliada fantástica para a minha saúde e linha);

- deixar de comprar gadgets;

- deixar de comprar itens diversos para as minhas sobrinhas;

- não poder pensar em férias.

 

Porém, pese embora o que me custou, saber que tenho dinheiro para compor a casa, que não tenho que pedir dinheiro aos meus pais ou ao banco, faz com que sinta que realmente tudo valeu a pena.

 

Obrigada pelo incentivo desse lado!

9 comentários

Comentar post