Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Reflexão do dia

Descontos, 20.09.14

O título acima tem de ser lido com alguma ligeireza porque é mais um "reflexão do dia" entre limpezas na casa da mãe, intercaladas com uma pausa para borrarres a tshirt de maracujá e antes de aspirares a casa dos malditos cabelos por todo o lado.

 

Por isso, estou a reflectir como forma de descansar um cadito, mas toda suja. Mas voltemos a reflectir. 

 

Esta manhã estive a fazer as contas da semana/mês e cheguei a algumas conclusões muito desagradáveis. E enquanto pensava nessas (prometo que vos explico melhor depois) e nos porquês, acendeu-se a luz: este mês estava experimentar o sistema de envelopes APENAS NO PAPEL. Uau! Nas rubricas problemáticas: tipo miúdas e maluquices, isso sentiu-se DE IMEDIATO. 

 

Amuei um bocado, confesso. Não seria suposto eu estar bastante melhor a controlar as despesas? Nunca mais aprendo? E outras autocomiserações....

 

Em momento de pausa eu cheguei a algumas conclusões:

 

- eu não sou uma pessoa poupada por natureza, eu sou uma gastadora

 

- a conclusão anterior significa que eu tenho de me esforçar mais para poupar (haverá quem o faça mais naturalmente)

 

- o sistema de envelopes + registo de despesas ajuda-me a controlar as compras de impulso

 

Ainda assim, vale a pena preocupar-me com o que gasto para não ter de me afligir com  o que preciso.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.