Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Seguro de saúde - orçamento para saúde

Descontos, 14.06.14

Há cerca de 2-3 anos eu possuía um seguro de saúde. Este foi uma das primeiras despesas de que abdiquei. Não o fiz de ânimo leve, foi a constatação que o que gastava nele + franquias não correspondia à sua real utilização (um ano, chegou a ser zero; no seguinte, uma única consulta que nem utilizei o seguro porque tinha a franquia de primeira utilização do ano).

 

Hoje, não posso dizer que não tenha alguma ansiedade em relação à minha decisão. Seria uma segurança (não é para isso que servem?). Mas não vale a pena chorar sobre o leite derramado e fazer outro agora não faria sentido por causa das exclusões associadas a doença pré-existente. 

 

Assim, considerando que continuo a trabalhar em construir o meu orçamento REAL/REALISTA, decidi repensar o valor disponível para saúde

 

Eu tenho sido imensamente descuidada na realização de consultas e exames de controlo de doença. Isso tem de mudar (sim, eu já havia dito isso antes, mas agora vou mesmo cumprir).

 

Decidi ficcionar 1 ano médio de gastos em saúde:

- 2 consultas em medicina privada: €80 x 2

- 1 consulta em dentista: €50

- 3 consultas no posto saúde: €5 x 3

- medicamentos (inclui pílula): €70

 

Total: €295/ano

 

Outras despesas médicas (por exemplo uma cirurgia relacionada com dois sisos deitadinhos a dormir) seriam consideradas de emergência e seriam cobertas pelo fundo de emergência.

 

Com efeito, em jeito de comparação, neste momento tenho como gastos +- €30.00 porque apenas fiz uma consulta no posto médico e comprei medicamentos.

 

Em relação ao orçamento anterior, são apenas mais €13.00 mensais que posso dispor e que acrescerão à minha paz financeira. Assim, decidi arredondar o montante para €300/ano o que perfaz €25/mensais.

 

Este é um orçamento realista para uma situação ideal: eu cuidar da minha saúde (para que não seja ela a tratar de mim, estão a perceber a ideia?).

6 comentários

Comentar post