Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Eu fiz / DIY - Candeeiro aranha

Descontos, 30.08.17

Num post do Destralhar, em 2015 publicava que tinha estado a destralhar um armário que continha, entre outras coisas, material eléctrico...

 

Para "construir" um candeeiro para a dita sala de costura. Actualmente tem focos que não iluminam o suficiente. Já comprei o material há pelo menos um ano.

 

 

Ou seja, o material eléctrico é da colecção Outono/Inverno 2013/2014. Hoje, montei-o e não tenho vergonha nenhuma em dizer-vos que, ao finalmente ligar a luz, dei um gritinho de satisfação e pulinhos de alegria.

 

candeeiro1

 

Sei que não é para todos os gostos, mas eu adoro-o. As lâmpadas estão colocadas em áreas estratégicas para iluminar pontos-chave de utilização da divisão:

- por cima de duas mesas de trabalhos manuais (permite-me eliminar um candeeiro de mesa, que tinha junto à máquina de costura);

- por cima/frente do local onde trabalho com o computador ou escrevo + uma estante que utilizo quase diáriamente.

 

Claro que, o primeiro furo foi logo ao barrote do tecto. Tapei-o de imediato com massa e já dei um bocadinho de tinta.

 

DSC_0137DSC_0136

 

Um dia destes, pinto os casquilhos da cor das paredes. 

Eu fiz / DIY - Transformar panos de guarda-chuva

Descontos, 29.08.17

Era um projecto que planeava executar há anos, depois de ver o tutorial de como fazê-lo na página Cucicucicoo - Ecological Living.

 

Mais, eu queria  utilizar o tecido dos guarda-chuvas, para ser mais leve, facilmente transportável em caminhadas. 

 

BIKE

 

Fui coleccionando os guarda-chuvas que encontrava na rua. Tive sorte por, em duas ocasiões diferentes, encontrar múltiplos guarda-chuvas junto aos contentores de reciclagem. De uma só vez, foram mais de uma dezena. 

 

Fui adiando até encontrar pano suficiente e até ter uma régua suficientemente grande (utilizei uma calha). 

 

GC1

A manta mede 1,50 x 1,90 cm, o que é excelente para grupos grandes. 

gc2

Cada guarda chuva dá para dois quadrados. Utilizei 12 guarda-chuvas de adulto para cada lado da manta e depois mais 1 para fazer uma tira, que corrigiu o tamanho dos dois lados (apesar das minhas tentativas, ficou torto, logo foi preciso emendar).

 

Os quadrados podem ser alinhados como preferirem, mas eu tentei organizar as cores (mais ou menos).

135
246
135
246

 

Qualquer semelhança entre o resultado e quadrados/costuras alinhadas, é pura coincidência. Decidi que seria um projecto rápido, em vez de perfeito. 

 

gc4

Como os guarda-chuvas eram quase todos de adulto, aproveitei os de criança para fazer dois pequenos sacos.

 

O resultado final pesa apenas 368 gramas.

gc3

 

O outro mini saco já tem 3 guarda-chuvas à espera do próximo projecto. E não faltam ideias:

 

saco para as compras

saco de viagem

pensos higiénicos

...

Eu fiz / DIY - Reparar fissuras e tapar buracos em placas de gesso (tecto)

Descontos, 28.08.17

A verdade é que deixei andar. Há muitas reparações que fui adiando. Agora, que tenho a casa convertida em estaleiro, decidi aproveitar tudo: aproveitar que que a casa já está suja, a escada do empreiteiro... 

 

Quando o andaime estava montado, para acederem ao telhado, aproveitei para:

- limpar caleiras;

- limpar o candeeiro do pátio

- retocar a pintura numa pequena parte do beiral que é em madeira.

 

Como estão a lixar paredes interiores, parece que toda a casa estão envolvida em pó de talco. Pois bem, aproveitei para lixar ombreiras e portas e portadas, para depois pintar. Assim, só tenho de limpar uma vez.

 

Mas primeiro, reparar fissuras e buracos no tecto. 

 

Não é de todo difícil. É tudo uma questão de apanhar um bom vídeo no YouTube e fazer a primeira vez. Há inúmeras coisas que tenho feito sozinha e garanto-vos que não sou nada de especial. Arrisco a fazer a primeira vez... é só isso.

 

 

 

Materiais:

Espátulas - comprei um conjunto muito barato numa loja de material de construção;DSC_0128

Massa para tapar fissuras - há imensas qualidades e marcas; neste momento decidi experimentar uma massa elástica, para ver se algumas áreas não racham tanto com a trepidação da rua.

Reitero que não conheço a qualidade do material ou marca - estou apenas a experimentar porque me foi recomendado (não conhecia este tipo de massas).

DSC_0130

Lixas - para remover o excesso de massa reparadora, depois de seca.

 

Pode parecer estranho, para quem nunca fez destas coisas, mas a primeira tarefa é abrir mais os buracos, para termos certeza que vamos tapar toda a fissura, removendo tudo o que possa estar solto.

 DSC_0119DSC_0121

Num canto como estes, nem espátulas usei. É muito mais prático aplicar com um dedo. O truque é deixar o mínimo de restos de massa - menos para lixar depois.

 

Tapar buracos no tecto

 

Quando era jovem e tola queria instalar um sistema de som embutido, por toda a casa. Dez anos de pois, tenho buracos para tapar e existem colunas de som wi-fi.

 

Como a chatice das regras de física, impede que a massa fique agarrada ao buraco, tive de comprar um rolo de rede autocolante (€2.75), para o efeito.

 

DSC_0117

Colei uns pedaços no tecto, de modo a tapar o buraco. Depois apliquei massa por cima, com uma espátula. Em buracos grandes como o meu, é um processo de dois passos. Uma primeira dose de massa para segurar massa na rede. Depois de seca, aplico a massa nivelar e tapar a rede.

DSC_0124

Quando tiver tudo seco, posso lixar. O vídeo refere uma lixa nº 150, mas eu costumo utilizar nº120 (quando maior o número, menor é o grão abrasivo). Não convém usar uma lixa grossa, caso contrário notam riscos.

 

Depois, só falta pintar.

 

E assim anda a vidinha no meu estaleiro. Completei projectos adiados, tapei buracos em tecto de gesso, pela primeira vez na minha vida e ainda tenho tanto por fazer. 

 

E sim, a minha cozinha sempre foi cor de laranja. ;)

DIY - Voltei aos bichinhos que me comem a casa

Descontos, 02.07.17

Material:

1 lata de tratamento anti-caruncho 

1 seringa de 10 ml (custa €0.20) 
1 pincel

1 lixadora eléctrica (orbital com bolsa)

folhas de lixa

 

Descobri que a seringa é MUITO mais eficaz que as latas com o injector. E MUITO mais económico.

 

Decidi descascar todo o gesso e tinta que cobre a ombreira da porta, para poder aplicar, convenientemente, o produto. Claramente isso não foi feito, e continuo a ter bichos activos, como provam os buracos na madeira.

O produto anti-caruncho não pode ser aplicado por cima da tinta, por isso muito que fazer, nas próximas semanas. 

DSC_0092DSC_0087

DSC_0088DSC_0091

DSC_0090DSC_0093

Nojice = andar com sebo e pó por cima do nariz

Descontos, 06.06.17

O título é um bocadinho dramático, mas quando começo a limpeza dos meus óculos, "que nojice" é uma expressão que frequentemente utilizo. 

 

Eu não mudo de armações de óculos com frequência, na verdade, só quando se partem ou estão estragados. Mesmo assim, mesmo que compre uns novos, tento reparar os anteriores para ficar com uma armação suplente.

 

Uma armação de óculos nova é coisa para custar €100-€150 por isso sou cuidadosa. Limpá-los faz parte da manutenção. 

 

Tenho uma caixa com mini-chaves de fendas para o efeito e muitooooooo cuidado a utilizá-las, nomeadamente colocando um pano grosso entre a chave e a lente. É que basta um segundo, para a chave escorregar do parafuso e ir riscar a lente.

DSCF1009

Já agora, aproveito para informar (caso não saibam) que é fácil substituir a borrachinha de apoio no nariz. Aliás, como sou cliente do mesmo oculista há quase 30 anos, essa substituição é sempre gratuita. 

Recomendo que peçam a substituição sempre que mudarem as lentes, mesmo que mantenham a armação. Nesse momento, é muito mais provável que vos ofereçam o serviço, como cortesia.

DSCF1010

A diferença entre limpo e não limpo é óbvia. Aqui, utilizo álcool, mas já não o faço quando limpo a armação junto às lentes, com receio de as danificar.

DSCF1012

Outro cuidado que tenho, é pousar as lentes não na mesa, mas no pano de limpeza destas. E novamente, ao recolocar a peça, coloco uma barreira entre a zona do parafuso e a lente. Assim, que a chave escorregar do parafuso, não risca a lente.

Diário perpétuo numa agenda descontinuada

Descontos, 21.12.15

Em Setembro encontrei uma agenda linda, de 2015, e que me custou dois euros. Claro que o preço se deveu ao facto de ser uma agenda prestes a tornar-se inútil. 

agenda.JPG 

Confesso que só comprei porque pensei que teria ilustrações. Não tinha. 

 

O meu objectivo foi que esta pudesse ser um diário perpétuo em que utilizaria a página diária para diversos anos, como podem ver na imagem*. Além de notas, podem colar fotos, recortes de revistas e folhetos de um livro ou filme, etc...

EPSON009.JPG

  

 * Esta imagem não é da agenda acima descrita, mas de uma outra em que optei por "criar" uma demonstração.

Agendas para 2016... para todos os gostos

Descontos, 20.12.15

Há agendas para todos os gostos e para todos os bolsos. O meu bolso prefere soluções económicas pelo que as minhas agendas, há anos que são DIY. 

 

Eu não tenho utilizado a visão semanal porque quase não tenho eventos calendarizados (consultas médicas e pouco mais). Tenho muitas mais tarefas. Isto para dizer que a melhor agenda é aquela que se adapta a nós.

 

A vantagem de não gastar dinheiro com agendas é que podemos experimentar e ajustar às nossas necessidades. Aliás, se a minha necessidade é retirar 10 páginas para que crianças possam desenhar, eu faço isso sem consequências.

 

Basta utilizarem o Google e pesquisarem por "free planner 2016" para obterem um manancial de páginas para imprimir, de todos os tamanhos e com todos os modelos imaginários. 

planner1.JPG 

http://www.thehandmadehome.net/2015/06/free-planner-2016 

 

O meu local preferido para impressões é o www.mylifeallinoneplace.com, para imprimir páginas para o meu bullet journal.

 

Em 2015 nem imprimi, utilizei páginas em branco, no tamanho A5 e que encadernei em espiral numa parte do ano e cosi, depois de aprender com este vídeo.  

 

Porém, parece-me que em 2016 vou simplificar ainda mais e voltar a um simples caderno quadriculado de tamanho A5 que ocupa menos espaço na carteira. Mais, este pode ser um dois em um: agenda pessoal e profissional.  

 

Deixo-vos um vislumbre da minha agenda de 2013, o último ano em que utilizei o calendário semanal, em duas versões distintas de como colocar uma semana em duas páginas.

 

Não é bonita, mas foi muito eficaz.