Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

AINDA O IRS

Descontos, 08.05.16

Na sequência do meu post anterior, por favor leiam este post do Contas Poupança. Isto é grave.

 

A informação que deram inicialmente - e dar informações oficiais à comunicação social é tão oficial quanto possível - foi que  “todos os contribuintes afectados por esta situação e que tenham, com base na simulação efectuada, optado pela tributação separada ou conjunta, consoante o que se mostrou ser mais favorável, poderão entregar uma nova declaração sem qualquer coima associada para que não sejam prejudicados de forma alguma”.

 

Agora dão a entender que é só para quem apresentou a declaração até às 15h00 do dia 1? 

 

IRS com erros no cálculo da simulação

Descontos, 05.05.16

O blog Contas Poupança havia reportado que, alguns contribuintes estavam a ser confrontados com diferenças entre os valores de reembolso de IRS a receber e aqueles que tinham sido apresentados pela simulação. 

 

Aparentemente e segundo fonte oficial do Ministério das Finanças (Económico Digital): “Foi identificada uma falha no simulador que está disponível no portal e que tem que ver com a tributação conjunta." 

 

Por esse motivo, “todos os contribuintes afectados por esta situação e que tenham, com base na simulação efectuada, optado pela tributação separada ou conjunta, consoante o que se mostrou ser mais favorável, poderão entregar uma nova declaração sem qualquer coima associada para que não sejam prejudicados de forma alguma”.

 

Por isso, parece que a melhor solução é voltar a simular, nomeadamente testando se é mais vantajoso entregar separada ou conjuntamente (no caso de casais) e optem pela melhor opção.

IVA de despesas veterinárias será dedutível no IRS

Descontos, 15.03.16

A notícia pode ser lida aqui. A Assembleia da República terá aprovado uma proposta legislativa do PAN, que permite que possa ser deduzido no IRS, 15% do valor correspondente ao IVA pago em despesas veterinárias, até um limite de €250 de dedução.

 

No fundo, é equivalente ao que acontece com as despesas com restauração, cabeleireiros,  reparações auto...

 

Por outro lado, o Observador diz: "O parlamento votou uma alteração ao Orçamento, proposta pelo PAN, que faz com que as despesas com veterinário passem a ter IVA deduzido." - essa notícia, não a vejo reflectida nem no texto nem noutros canais noticiosos. Aguardemos. (em vez de ler "deduzido", li reduzido e realmente não estava a encontrar notícia nesse sentido)