Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

O meu vício: livros

Descontos, 04.09.19

Eu sou uma acumuladora de livros. É o meu vício. 

Não preciso de comprar livros, essa é a verdade. Tenho 3 cartões de biblioteca e vivo num centro urbano em que as tenho acessíveis e com um bom catálogo.

Ainda por cima já não tenho onde colocar os livros que adquiri. É que esta coisa de andar em lojas solidárias que vendem livros a €0.50 e €1.00 é viciante. E por isso, eu estimo que a minha biblioteca terá 500-600 livros, sendo uma boa centena livros de bolso.

 

Por isso eu não precisava de comprar um lote de livros da www.awesomebooks.com, onde consigo comprar livros usados a preços imbatíveis e com um valor único de portes (cerca de €3), independentemente do número de livros que compre.

 

Com a chegada do Brexit, dificilmente as condições serão as mesmas, pelo que decidi aproveitar. Comprei 9 livros por €22.53.

 

E a dica de poupança é:

1. Não comprem o que não precisam.

2. Se comprarem, especialmente em sites internacionais, procurem códigos de desconto. Bastou-me uma pesquisa na net e encontrei um código de 20% de desconto para aquele site.

Ocupar a pequenada durante as férias de verão: LIVROS!!!!

Descontos, 21.06.19

Este desafio literário é uma excelente ideia para as férias da miudagem.

Já imprimi o cartão e agora tenho de comprar um livro para lhes dar e para cumprirem o desafio nº14.

Espero encontrar algo engraçado nas lojas solidárias, durante os próximos dias, porque as férias já estão aí e eu preciso de poupar dinheiro.

 

Mas a vantagem deste desafio literário é que as/os incentiva a preencher o cartão a partir do que têm nas suas estantes. E depois... bibliotecas públicas!

Capturar.JPG

Tens perfil para ser milionária? #1

Descontos, 16.04.19

Estive a ouvir um episódio do podcast Afford Anything, com uma entrevista a Chris Hogan, o autor dos livros The Millionaire Next Door e Everyday Millionaires que, a partir de um questionário a 10 000 milionários, criou um perfil do milionário norte-americano.

 

Alguns dos resultados que achei mais interessantes:

  • 89% tem entre 1 e 5 milhões
  • 62 % frequentaram o ensino público
  • 55% faz donativos mensais a instituições de solidariedade ou igrejas
  • 73% nunca teve dívidas em cartão de crédito
  • 18% são profissionais independentes ou têm a sua própria empresa
  • 62% auferiam rendimentos mensais  iguais ou inferiores a $8.333 (aqui está a grande diferença entre rendimentos PT e EUA)
  • 80% fazem exercício pelo menos 3x semana
  • 66% pagaram a hipoteca da sua casa, numa média de 11 anos
  • em média gastam $35 numas calças de ganga
  • iam às compras com lista de compras
  • utilizavam vales de desconto

 

Desses 10 000, as 5 profissões mais frequentes são: engenheiro/a, contabilista, professor/a, gestor/a, advogado/a.

 

Bom, eu gasto menos que $35 numas calças de ganga. :)

Presentes para sobrinhas e sobrinho? Feito! E para a tia? Também!

Descontos, 23.11.18

Se a memória não me falha, é a primeira vez que vou comprar presentes no Black Friday que, verdade seja dita, raramente compensa.

Aliás, com excepção do livro que comprei para mim, as restantes promoções (20% desconto em livros + portes) vão acontecendo durante todo o ano. Não são nada de especial.

 

Mas escolhas estavam feitas e como só vou comprar livros, vai ser canja:

1 (496).JPG2 (251).JPG

Estes livros de BD são fantásticos!!! Não me tinha apercebido que eram tão grossos. Sei que vão ser adorados pela sobrinha que lê e relê a Sea3Po.... em suma, mais unicórnios. 

3 (150).JPG

Este demorei a encontrar, mas acho que consegui. O meu sobrinho interessa-se por questões ambientais por isso, foi com isso em mente que procurei um livro para ele. 

Comecei pelo site da Gradiva mas a pesquisa deles é atroz. Não me surpreendeu que depois acabasse por encontrar um livro dessa editora. Do Plano Nacional de Leitura, claro!

Capturar (323).JPG

Uma outra sobrinha adora esta colecção. Foi o que escolheu na Feira do Livro e eu registei isso como ideia de presente futuro. Claro que teria de escolher o que tem "tia" no título. Não é para o Natal porque não é católica, mas para o aniversário, que é já no final do mês.

Vou comprá-lo no CNT com 15% desconto em cartão*. A mesma colecção também está na FNAC com 40% desconto.

* Não vou, não, porque o cupão exclui livros com menos de 18 meses. :)

 

Para uma outra sobrinha já comprei um fato de treino super quentinho, na Zippy com um cupão de €10 em €20. Tenho outro para o final deste mês.

 

E finalmente, para a mais velha, guito azul para ela comprar o que quiser e uma caixa dos seus bombons preferidos para desembrulhar.

 

Bom, a tia que muito esperou e pedinchou por uma promoção de 50% para comprar o Livro do Desassossego da Tinta da China, conseguiu-a nesta Black Friday e por isso não hesitou.

1 (499).JPG

Como poupar e estourar o orçamento em livros

Descontos, 30.10.18

fabian-blank-78637-unsplash.jpg

 

Eu tenho uma relação de amor e ódio com os livros. Adoro tê-los, lê-los, falar sobre eles, mas odeio o que gasto com eles. Desde o início do ano, tenho gasto uma média de €32 na rubrica cujo orçamento era €10/mensais. Eu tenho plena consciência de que não preciso de comprar livros para alimentar o meu "vício".

 

Neste momento, eu adquiro livros por diversos meios: 

 

1.

Bibliotecas púbicas

Tenho cartões de 3 bibliotecas públicas, sendo que utilizo com maior frequência a que fica junto ao meu local de trabalho, que é também a que possui o melhor catálogo.

Livros grátis, variados, modernos ou antigos, consoante os meus desejos do momento. E ainda compram livros que eu sugira. 

Tem a vantagem de, mesmo quando pego em livros por impulso (que nem chego a ler), isso não me custa dinheiro.

 

2.

Lojas solidárias

É onde estouro o orçamento, dado os preços que encontro. Tenho de implementar um sistema realista em que vendo alguns para suportar os custos dos outros, caso contrário, os gastos fogem do meu controle. 

O problema das pequenas despesas, é que estas se acumulam.

 

3.

OLX e alfarrabistas

Já começa a ser muito raro, mas quando quero adquirir um livro para a minha biblioteca, começo por procurá-lo em páginas de livros usados.

 

4.

Winkingbooks

Esta plataforma de trocas de livros continua a minha preferida. Na verdade, neste momento, é o único local onde estou a fazer trocas de livros.

 

5. 

BookFinder

Eu tenho a vantagem de ler em inglês sem dificuldades pelo que posso comprar livros muito mais económicos no mercado internacional. Para isso, comparo os preços com o comparador de preços bookfinder. Não é perfeito, mas é muito bom.

 

6.

NetGalley

 

O NetGalley é um serviço que disponibiliza, de forma gratuita, versões iniciais e finais de livros para revisão/opinião por leitores profissionais ou amadores. É, neste momento, a minha fonte de leitura de livros contemporâneos, tal é a oferta.

Explico melhor o funcionamento aqui.

 

7.

AwesomeBooks

Esta foi uma das melhores dicas que recebi para a compra de livros usados. Aqui tenho conseguido comprar alguns clássicos, especialemente escritos por mulheres, que não chegam ao mercado nacional. Tem a vantagem de ter portes de envio de cerca de €3, independentemente do número de livros.

E a quase totalidade dos livros que compro são entre os €2 e os €2.50.

 

8. 

Livros digitais

Recentemente comprei um tablet usado (irei falar sobre isso), o que aumentou consideravelemente o meu consumo de livros digitais. 

Há inúmeras plataformas de livros digitais gratuitos que utilizo (além do já referido NetGalley): Kobo, Kindle, Project Gutemberg, Luso Livros, ...

 

Em suma, só ultrapassa o orçamento mensal em maluquices, por causa de livros, quem não tem juízo nenhum.

Ler em inglês pode ficar mais barato

Descontos, 08.04.18

A generalidade das/os leitoras/es ávidas/os sabem que, quem consegue e não se importa de ler em inglês, consegue poupar muito dinheiro ao comprar livros recentes e até de capa grossa.

 

Isto porque, muitas/os lêem do grande mercado anglo-saxónico, que pela sua dimensão tem uma maior oferta de livros manuseados.

Mais, os livros são primeiro publicados lá e só depois são traduzidos cá. Por isso, quando chegam a conhecer a obra na vossa editora nacional, existem boas probabilidades de o comprarem lá fora, por uma fracção do preço.

 

O Pedro R. dá alguns exemplos:

a1.JPG

Preço novo, em Portugal - €17.50

a2.JPG

Ainda sem tradução

a3.JPG

Preço novo, em Portugal - €17.00

a4.JPG

Ainda não traduzido em português, mas na Wook, a versão e-book em inglês está a €17.56. Só como preferência da potencial poupança.

 

 

O Pedro R., no email que me enviou, pediu desculpas pela selecção ser afunilada para thrillers. Porém, faz muito sentido que neste género e no romance (romântico), esta seja uma boa alternativa, porque são tidos como os géneros que têm os leitores mais vorazes  e mais propensos a fazer compras por autores/sequelas. 

 

Recordo ainda que a Amazon espanhola ainda tem portes grátis, para encomendas de livros de livros com um mínimo de €19.00.

 

E nas bibliotecas públicas, os livros são gratuitos!

 

 Muito obrigada Pedro R.

 

 

P.S. - Este post está, intencionalmente, sem links porque não quero que o confundam com um post com links afiliados.

Scribd - oferta de 1 mês

Descontos, 14.10.17

Recebi um email com oferta de mais 1 mês grátis de Scribd. Infelizmente não encontrei aí a BD que gostaria de continuar a ler, mas paciência. 

 

s1

s2

s3

Além dos créditos, há um conjunto de livros "Unlimited" que não são contabilizados.

O que não pode ser esquecido, é de cancelar antes do mês terminar.

Um mês de poupanças livrescas

Descontos, 28.02.17

Tenho consciência que tenho sorte na biblioteca que tenho, mas como diria o outro: acredito muito na sorte, mas quanto mais trabalho, mais sorte tenho. O outro é uma das muitas personalidades a quem a citação foi atribuida. Podem escolher a que mais gostarem. 

 

O meu trabalho consiste em aproveitar a sorte que é ter uma biblioteca e utilizá-la com frequência. Todas as semanas vou, pelo menos um dia, á biblioteca durante o meu horário de almoço. Assim, vou sempre apanhando as novidades recentemente adquiridas.

 

Este foi o mês das novelas gráficas, que jamais teria lido, ou porque não tinha como adquiri-las todas (são caras) e porque, francamente, teria reservas em fazê-lo sem ter certeza de gostar do que iria ler.

 

É uma das vantagens de utilizar uma biblioteca - podemos "experimentar" novos autores e até géneros, sem gastar dinheiro.

 

Li novelas gráficas no valor de mais de €100, gostei mais de umas que outras, tenho algumas continuações para ler e outras já debaixo de olho. 

  • O árabe do futuro 1 - Riad Sattouf
  • Ana, uma investigação de Filipe Seems #1  - Nuno Artur Silva e António Jorge Gonçalves
  • A História do Tesouro Perdido, uma investigação de Filipe Seems #2 - Nuno Artur Silva e António Jorge Gonçalves 
  • A Tribo Dos Sonhos Cruzados, uma investigação de Filipe Seems #3 - Nuno Artur Silva e António Jorge Gonçalves 
  • As incríveis aventuras de Dog Mendonça e Pizza Boy - Filipe Melo e Juan Cavia 
  • As extraordinárias aventuras de Dog Mendonça e Pizza Boy II - Filipe Melo e Juan Cavia
  • Os vampiros - Filipe Melo e Juan Cavia
  • Tungstênio - Marcello Quintanilha

 

E novamente aqui entra o "trabalho": quando há livros que desejo ler, sugiro à biblioteca que os compre. E faço algum "trabalho", nomeadamente adicionando algumas notas: que o livro recebeu o prémio X, que é a continuação de outro que a biblioteca já tem, etc.

 

Agora vou desligar o computador para ler um livro que, em promoção, custava €25 e que na biblioteca foi grátis. Amanhã vou buscar mais 2 novelas gráficas, uma delas "encomendada" por mim. 

 

Também foi com algum "trabalho" que controlei um pouco o meu impulso de comprar livros. Ir com frequência à biblioteca ajudou e muito.

Livros de colorir para adultos - museus

Descontos, 08.02.17

001.jpg

Quando começou a "moda" dos livros para colorir para adultos, imprimi 4 páginas gratuitas (das que partilhei). 

Ainda vou na primeira. A sobrinha de 6 anos disse que está a ficar bonita e eu acredito nela.

 

Se quiserem continuar, há uma página fantástica - COLOR OUR COLLECTIONS, que é um projeto colaborativo de diversas bibliotecas e museus

 

Se procuram algo em concreto, recomendo a página de recursos em que podem escolher os desenhos disponíveis por instituição e por tema (ver canto inferior direito).

 

Mas o verdadeiro desafio, é tentar pintar o desenho, para se parecer com o original.

1.JPG2.JPG

Um dos (magníficos) originais está à venda aqui.

 

 

 

 

 

Playster: livros, músicas, filmes e jogos (30 dias grátis para experimentar)

Descontos, 26.12.16

playster.JPG

Capturar.JPG 

O Playster é um serviço de conteúdos de entretenimento pago, que está a oferecer um mês grátis para experimentar (tipo Scribd).

 

A minha parca experiência com o catálogo de livros e audiolivros é que este não é muito farto. Ainda assim, encontrei alguns bestsellers.

 

Para aceder ao mês experimental, têm de inserir os vossos dados de cartão de crédito (como é habitual nestes casos). Para que não vos seja cobrada a mensalidade, terão de cancelar a subscrição antes de terminarem os 30 dias. 

cancel.JPG

 Para quem tem a aplicação Android ou Apple instalada, também poderá ter acesso aos conteúdos quando estiverem offline, o que é uma enorme vantagem.