Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Diário das minhas finanças pessoais

Isto é mesmo um diário, mas também um bloco de notas e talvez um caderno de ideias (umas melhores que outras)

Um orçamento para 2021

01.01.21

O meu orçamento de 2020 tinha este aspecto:

Mas com a pandemia, rapidamente ficou desactualizado. Eu não gastei em restauração e gastei muito menos em gasolina, por exemplo.

Neste momento estou em teletrabalho, mas também não sei por quanto tempo. E sei que tendo a minha mãe vacinada, vão recomeçar os passeios e EM GRANDE!

Em suma, fazer um orçamento para 2021, parece-me algo inútil face à situação actual.

 

Por isso, decidi fazer um orçamento trimestral e simplificar:

- manter os envelopes físicos nos valores actuais;

- reunir numa única poupança: saúde + auto + fundo de emergência, com transferências mensais automáticas de 100€ + poupança do mês;

- aumentar a minha poupança reforma para 80€/mensais (eu já estava a transferir 70€).

 

1.JPG

No final de Março, reavalio o orçamento.

 

Em Janeiro vou:

- deslocar-me aos CTT para aplicar 2500€ em certificados de tesouro e de aforro (por inércia, tenho deixando o dinheiro na poupança a prazo);

- colocar à venda uma colecção (uma tarefa que ando a adiar há meses porque tenho de fotografar tudo).

 

Com ou sem objectivos quantificados, eu sei a direcção pelo que apenas tenho de continuar os meus hábitos de poupança.

 

Como optaram fazer o vosso orçamento de 2021? Mantiveram o "normal" ou adaptaram às novas realidades?

7 comentários

Comentar post